Este Mar

Uma descoberta inesgotável e sempre surpreendente.

 

Movimenta-se como quem esconde segredos, cria caminhos.

Umas vezes paz, e tantas vezes fúria.

Veste-se resplandecente. Atira-se contra as rochas, espuma agitado, cobre a areia de beijos e recua até ao céu.

Renova-se. Traz cor diferente.

O vento vai na sua direcção e prova-lhe a água. Exalta-se selvagem.

Aproxima-se de mim disfarçando uma dança, e a minha língua sente-lhe o sal.

Quando me encontro com ele não levo horas. Esvazio-me de tudo. Deixo que a sua voz ecoe na minha alma e que os seus dedos toquem fundo a minha ausência.

Este mar. Sempre este mar. Agita-me, liberta-me, inspira-me. Devolve-me o que sou.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *